segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Víctor Jara, um canto universal

Ensaio
Recebido em 08 de dezembro de 2015.
Por Diogo Valença, professor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).

"El derecho de vivir en paz" é uma das canções mais belas de Víctor Jara. Ela canta o sentimento de luta anticolonial e da necessária união nacional para enfrentar os agressores externos, as hordas militares colonialistas e imperialistas. O combate pela dignidade humana torna o pensamento anticolonial uma das construções mais universais do espírito contestador e revolucionário. Para expulsar o inimigo externo, não podemos nos desunir, devemos criar uma ampla frente de libertação nacional. Todos os homens e mulheres são incorporados nesse processo. É por isso que os grandes pensadores anticoloniais como Ho Chi Minh, Franz Fanon, José Martí, Amílcar Cabral e tantos outros, defendiam uma concepção mais ampla de frente antiimperialista, aproximando seus povos e revelando que o nacionalismo revolucionário se pauta por uma espécie de universalismo humanista.
José Martí dizia que "Pátria é humanidade". Essa concepção difere do nacionalismo conservador e mesquinho das classes burguesas. Víctor Jara escreve essa canção no contexto político da Unidade Popular no Chile, país que enfrentava os atos de sabotagem da rede imperialista internacional, liderada pelos Estados Unidos, e que tinha, por isso, a necessidade de congregar todas as forças populares numa ampla frente de construção de uma nação chilena livre e igualitária. O nosso cantor popular passou um tempo no seminário, estudando para se formar padre e, assim, podemos perceber no seu estilo a influência do canto ecumênico de união de todos os povos. Isso me levaria a pensar sobre as relações entre a música de Víctor Jara e toda a efervescência política da teologia da libertação. Seu talento para interpretar uma simples canção era impressionante e ele misturava na sua interpretação toda a sua rica experiência como estudioso de teatro na Universidade do Chile.
Quando estive no Chile, na abertura da ALAS, assisti a uma apresentação justamente dessa canção, feita por jovens chilenos, estudantes universitários, e isso me fez pensar no legado cultural do movimento da "nova canção chilena", movimento do qual Víctor Jara fez parte e foi talvez um dos seus maiores representantes. Esse movimento musical utilizava a construção cultural de caráter popular crítico para edificar uma nova sociedade no Chile. No Brasil, nós não tivemos um pensamento anticolonial de grande envergadura como podemos encontrar, por exemplo, num Ho Chi Minh, num José Martí, num Almícar Cabral e num Eduardo Mondlane, dentre tantos outros. Nós brasileiros não nos percebemos como um povo ainda colonizado mentalmente, porque nos consideramos mais próximos dos europeus, como desenvolvidos, e por isso não lutamos contra o monstro colonial que ainda vive em nós mesmos. O nosso colonialismo se reproduz internamente, com uma minoria elitista que tem nojo do povo e procura traçar uma linha divisória invisível nas relações sociais do dia a dia, reproduzindo o esforço vil de defender seus particularismos estreitos e desumanos. As nossas classes médias desejam imitar as elites e se aproximar o máximo possível dos padrões culturais norte-americanos e europeus. O nosso colonialismo interno criou estrangeiros em nosso próprio país, filhos da elite que se sentem mais europeus e norte-americanos do que latino-americanos e/ou defensores de nossas heranças culturais indígena e africana. Basta! Logo abaixo a letra de música de Víctor Jara, uma das canções mais belas que reflete o sentimento anticolonial:

El derecho de vivir
poeta Ho Chi Minh,
que golpea de Vietnam
a toda la humanidad.
Ningun cañon borrara
el surco de tu arrozal.
El derecho de vivir en paz.
Indochina es el lugar
mas alla del ancho mar,
donde revientan la flor
con genocidio y napalm;
la luna es una explosion
que funde todo el clamor.
El derecho de vivir en paz.
Tio Ho, nuestra cancion
es fuego de puro amor,
es palomo palomar
olivo de olivar
es el canto universal
cadena que hara triunfar,
el derecho de vivir en paz.

Link para ouvir a canção: https://www.youtube.com/watch?v=GssGeCif3fk


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adicione seu comentário.