terça-feira, 9 de setembro de 2014

Unidade no sindicato para lutar contra a patronal!

Ensaio 
09 de setembro de 2014
Por Movimento Síntese Socialista

A categoria dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários Urbanos de Passageiros do Recife e Regiões Metropolitanas da Mata Sul e Norte está de parabéns e se transformou em referência para o conjunto da classe trabalhadora de Pernambuco, pois derrotou, na luta pela base, a patronal da Urbana e obrigou o TRT-PE a reajustar os salários em 10% e o vale-refeição para R$ 300,00.
Essa importante vitória só foi possível porque foi eleita a chapa que dirigiu as lutas recentes da categoria - a Chapa 3 (contra a Chapa da CUT e a Chapa de Patrício Magalhães). A Chapa 3 foi vitoriosa porque a classe acreditou que a mesma vai conduzir o sindicato nas próximas batalhas da categoria enfrentando a patronal e buscando acabar com os privilégios pessoais de poucos diretores, como os existentes durante toda a época em que o velho pelego teve o controle do sindicato.
A patronal recorreu ao TST para impedir a vitória conquistada junto ao TRT-PE. A categoria já demonstrou que não aceita o rebaixamento das conquistas arrancadas com a greve e as paralisações.
No entanto, a divisão instalada no sindicato (Grupo Conlutas/PSTU versus Grupo do presidente eleito) somente favorece a patronal e divide a classe diante dos nossos adversários que são os patrões e os governos. Diante de tal ameaça, ainda antes da posse da nova diretoria, defendemos:
(a)  Assembleia única e soberana dirigida pela diretoria eleita!
(b) Decisão democrática na assembleia com respeito a opiniões e propostas diferentes. Somente a base decide!
(c) Manter o sindicato independente das centrais até que se faça um debate democrático com a categoria sobre a qual central se filiar!
(d) Independência do sindicato frente aos patrões, governos e partidos!
(e) Garantia de respeito às decisões da base!

Clique aqui para versão em PDF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adicione seu comentário.