quarta-feira, 9 de julho de 2014

Plínio de Arruda Sampaio: Presente!

Ensaio
08 de julho de 2014
Por Movimento Síntese Socialista

É com imensa tristeza e saudades que neste 08 de julho de 2014 recebemos a notícia da morte de Plínio de Arruda Sampaio. Companheiro de longa trajetória na defesa d@s trabalhador@s e menos favorecidos em geral, ele foi absolutamente abnegado às causas democráticas e socialistas desde sua juventude.
Foram décadas de luta, um verdadeiro exemplo para tod@s @s militantes sociais, democráticos, socialistas, anticapitalistas e libertários do Brasil. Em 2010, como candidato pelo PSOL à presidência da república, deu exemplo de coragem e esperança. Sempre se apoiou na força d@s trabalhador@s e oprimid@s e jamais perdeu de vista o objetivo da construção de um novo mundo. Apesar da idade, nunca deixou de acreditar nos seus sonhos e nunca mudou de lado, contrariando aqueles que dizem que o envelhecimento físico leva ao “amadurecimento” (entenda-se envelhecimento) ideológico, ou à “reconciliação com a realidade”. Plínio nunca “envelheceu”. Manteve-se sempre “jovem” e nunca se reconciliou com a realidade. Apesar dos diferentes contextos em que esteve envolvido, sempre buscou transformá-la.
Neste momento de tristeza solidarizamo-nos com a família de Plínio e com os companheiros do PSOL. A perda de Plínio é uma perda para a esquerda socialista mundial e é também uma perda para o Síntese. Plínio de Arruda Sampaio: Presente hoje e sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adicione seu comentário.